OpenGTM

O OpenGTM é um sistema de gerenciamento de terminais multimodais que visa aprimorar as operações logísticas, através de uma gestão eficaz das operações de programação, controle, carga e descarga de produtos.

O OpenGTM disponibiliza recursos para o controle integrado de todo o ciclo de vida da armazenagem da carga, desde o Recebimento na Portaria, Conferência, Endereçamento/armazenagem, Movimentação, Abastecimento, Separação, Expedição e Inventário.

CARACTERÍSTICAS

CONTROLE DE PONTA A PONTA DAS OPERAÇÕES DE TERMINAIS DE CARGA

 

  1. Padronização de processos

  2. Programação de Carregamento Ferroviário

    Apoio na Programação e controle operacional dos recebimento/expedição de carga por modais rodoviário, ferroviário

  3. Gestão de Portaria

    Controle de transportadora / motorista / horário

  4. Processos de descarga, baldeio e carregamento

  5. Acompanhamento do desempenho dos equipamentos envolvidos nas operações.

  6. Registro dos serviços prestados pelo operador.

  7. KPIs de carregamento e descarga.

    Monitoramento das operações com painel com indicadores

  8. Controle de Previsto x Realizado.

  9. Controle de Estoque e Armazenagem.

    Controle da armazenagem e movimentação interna da carga

  10. Controle de Estadia (tempo armazenado).

PORTARIA

  • Controle de entrada e saída de caminhões

  • Cada caminhão possui uma TAG RFID

  • RFID Leitura automática do caminhão

MÓDULOS OPERACIONAIS GTM

  • Portaria
  • Granéis
  • Container
  • Apontamento
  • Gestão

Veja alguns exemplos de cargas gerenciáveis com o sistema

MINÉRIO

SOJA

FERTIIZANTES

MILHO

AÇUCAR

Integração

Antena RFID
Balança Ferroviária Rodoviária
Pás-carregadeiras
Controle de dados
Notas fiscais
Sistemas corporativos

CARACTERÍSTICAS E TECNOLOGIA

Interface

Web-based User Interface.

Portabilidade

Capacidade de ser executado em diversas plataformas de sistema operacional, banco de dados e hardware (servidores e clientes). JEE - Java Enterprise Edition, com framework de linguagem dinâmica.

Escalabilidade

Preparado para suportar p crescimento das operações e volume de informações.

Mobilidade

Suporte a dispositivos móveis como tablets, smartphones e hand helds.

Interoperabilidade

Facilidade de comunicação com outros sistemas a partir do uso de padrões abertos.